CuriosidadesSaude

Medicina integrativa

 

É uma especialidade médica, ainda muito nova no Brasil, que cuida do paciente considerando seu corpo, sua mente e seu espírito, incluindo também todos os aspectos da sua vida.

   Uma nova abordagem, chamada medicina integrativa, tem conquistado espaço em instituições de pesquisa, hospitais, unidades de saúde e consultórios médicos ao propor uma mudança de paradigma no tratamento médico: a doença não sendo mais o principal foco de atenção, mas o paciente por inteiro – corpo, mente e espírito.

  Portanto, hoje, 23 de janeiro, é comemorado o Dia Internacional da Medicina Integrativa. A celebração da data visa promover, a nível mundial, o diálogo, a educação, a colaboração em iniciativas e a aplicação de medicina centrada no paciente – de forma holística, sustentável econômica e ambientalmente consciente da necessidade de interação entre os profissionais envolvidos.

  A cura, segundo a medicina integrativa, não vem de fora, mas de dentro. Remédios, tratamentos, cirurgias são necessários para acelerar a recuperação – obviamente – mas não são tudo e nem podem fazer todo o trabalho sozinhos. É uma mudança de entendimento. É um conjunto de ações que envolvem todo o bem-estar do indivíduo: desde seu estado físico, até o espiritual.

  Esta abordagem médica, as relações entre o paciente e o médico são enfatizadas através de tratamentos convencionais e terapias complementares, cujo haja segurança e eficácia cientificamente comprovadas.

  Entre os princípios da medicina integrativa está à ocorrência de se considerar que todos os fatores que influenciam na manutenção da saúde e no aparecimento das doenças, precisam ser investigados durante o processo de cura de um indivíduo – onde haja o estabelecimento de uma abordagem interdisciplinar e transcultural, comprometida com o processo de autoconhecimento e desenvolvimento curativo de cada paciente.

Fonte : minha vida

Share:

Leave a reply