DestaqueNoticias

Veja os secretários já anunciados por Doria para o futuro governo de São Paulo

João Doria anuncia secretários para o futuro do governo de São Paulo 

 

O governador eleito João Doria (PSDB) já anunciou alguns nomes que vão compor o futuro governo de São Paulo a partir de 1º de janeiro de 2019 para um mandato de quatro anos.

Veja abaixo os nomes já anunciados por Doria e suas respectivas áreas.

  • Gilberto Kassab (Casa Civil)

Ex-prefeito da capital e ministro da Ciência, Tecnologia, Inovações e Comunicação, Gilberto Kassab (PSD) será o chefe da Casa Civil durante sua gestão.

“Gilberto Kassab assumirá a área de articulação institucional e politica. Kassab é um dos melhores articuladores atuais, se não o melhor, e assume como secretário da Casa Civil e toda a articulação institucional e política do nosso governado”, disse Doria durante a apresentação dos novos integrantes de seu futuro governo.

  • Rodrigo Garcia (Governo)

Rodrigo Garcia será o secretário de Governo de Doria. Garcia, já responsável pela transição, assumirá a articulação de governo.

  • Rossieli Soares (Educação)

Para assumir a educação, Doria escolheu o atual ministro, Rossieli Soares da Silva, de 40 anos, que é advogado e mestre em Gestão e Avaliação Educacional pela Universidade Federal de Juiz de Fora.

  • Sérgio Sá Leitão (Cultura)

Para a secretaria da Cultura, o escolhido foi Sérgio Sá Leitão, 51 anos, atual ministro da pasta, que assumiu em julho de 2017. Nascido no Rio de Janeiro, foi CEO da produtora Escarlate Audiovisual, diretor da Ancine e do Cine Odeon.

  • José Henrique Germann (Saúde)

O médico José Henrique Germann, que comandará a Secretaria da Saúde, é diretor Superintendente do Instituto de Consultoria e Gestão Albert Einstein. Ele também foi diretor superintendente do Hospital Albert Einstein entre os anos de 1995 e 2008 e diretor-adjunto do Hospital Sírio-Libanês entre 1989 a 1995.

  • Gustavo Junqueira (Agricultura)

Gustavo Diniz Junqueira, que comandará a Secretaria da Agricultura, tem 43 anos e é formado em administração pela Faap. Ele é presidente da Sociedade Rural Brasileira (SRB) e vice-presidente do Conselho Empresarial da America Latina (CEAL) e do Instituto Pensar Agropecuária (IPA). É produtor rural em São Paulo, Minas Gerais e Pará, e sócio-diretor da Brasilpar.

  • Dimas Mascaretti (Justiça)

Dimas Mascaretti, de 63 anos, foi promotor e juiz e graduou-se em Direito pela Universidade de São Paulo (USP) em 1977. Ele será o secretário da Justiça no governo Doria.

  • Célia Leão (Secretaria da Pessoa com Deficiência)

Célia Leão será a secretária da Pessoa com Deficiência. Célia é deputada estadual pelo PSDB, está em seu sétimo mandato na Assembleia Legislativa de São Paulo. Ficou paraplégica aos 19 anos de idade, em decorrência de um acidente de automóvel.

  • General João Camilo Pires de Campos (Segurança pública)

Será secretário da Segurança. Nasceu em Campinas, tem 64 anos. Ingressou na Escola Preparatória de Cadetes do Exército em 1970, foi instrutor da Escola de Aperfeiçoamento de Oficiais e da Escola de Comando e Estado-Maior

  • Wilson Pedroso (Chefe de gabinete)

Paulistano, 45 anos, formado em Direito com MBA em Gestão pela USP com 25 anos na gestão pública. Foi chefe de gabinete do prefeito João Doria e prefeito regional de Vila Prudente Sapopemba, secretário executivo da Sabesp e chefe de gabinete da EMTU. Assessor e chefe de gabinete do ex-ministro da educação Paulo Renato.

  • Júlio Serson (Relações internacionais)

Será secretário especial de Relações Internacionais e presidente da Investe SP. Paulistano, 56 anos, formado em Administração de Empresas pela FGV e especializado em Hotelaria pela Universidade de Cornell.

  • Marcos Penido (Energia)

Será secretário de Energia, Saneamento e Recursos hídricos e Meio Ambiente. Nasceu em Cruzeiro, tem 56 anos. Engenheiro Civil com especialização na FGV, secretário Municipal das SubPrefeituras na Gestão Covas, secretário Municipal de Serviços e Obras nas gestões Doria e Covas, siretor /Presidente da CDHU de 2011 a 2016.

  • Walter Nyakas Junior (chefe da Casa Militar)

Será chefe da Casa Militar e coordenador de defesa civil do estado. Walter tem 51 anos e nasceu em São Paulo

  • Cleber Mata (Comunicação)

Cleber será secretário especial da Comunicação. Ele tem 38 anos, nasceu em Registro, no Vale do Ribeira. É jornalista graduado pela PUC de Campinas e especialista em Marketing Político pela USP.

  • Lia Porto (procuradora-geral do Estado)

Lia nasceu em São Paulo, e tem 51 anos. Formada em Direito no Mackenzie, se especializou na área tributária. Foi chefe da Procuradoria Geral do Estado de São Paulo e subprocuradora geral da área tributária do estado na gestão Alckmin.

Segundo a assessoria do governador eleito, ela foi responsável pela modernização da gestão da dívida ativa do estado

  • Filipe Sabará (presidente do Fundo Social)

Sabará nasceu em São Paulo e tem 35 anos. Formado em Economia e Relações Internacionais na FAAP, trabalhou na Prefeitura da capital como secretário de Assistência e Desenvolvimento Social nas gestões de João Doria e Bruno Covas.

Segundo a assessoria do governador eleito, o novo secretário idealizou o projeto Horta Social Urbana, de produção de alimentos orgânicos dentro da cidade. É fundador e ex-presidente do Instituto ARCAH, organização de promoção e inclusão social de pessoas em situação de rua.

  • Bia Doria (atuará no Fundo Social)

A primeira-dama Bia Doria nasceu em Santa Catarina. Formada em Educação Física na Universidade Federal do Rio Grande do Sul, ela trabalha como artista plástica.

Coordenou campanhas do agasalho e um projeto de instalação de praças esportivas em comunidades carentes. Segundo a assessoria do governador eleito, ela passou uma temporada de convivência em Salt Lake City, nos Estados Unidos, no maior centro mundial de ajuda humanitária em grande escala

Fonte: G1 

Share:

Leave a reply