CapaDestaque

Outubro Rosa o mês de conscientização e superação do câncer de mama

Outubro Rosa o mês de conscientização e superação do câncer de mama

 

O Outubro Rosa já é tradição e procura todos os anos diminuir os altos números de diagnóstico da doença. Só no Brasil, a cada 10 segundos, uma pessoa é diagnosticada, principalmente as mulheres.

Quanto mais cedo o câncer de mama for detectado, mais fácil será para curá-lo. Apesar de ser uma doença grave, há tratamento e as chances chegam a 95% quando o tumor está em estágio inicial. O Ministério da Saúde oferece atendimento por meio do Sistema Único de Saúde (SUS).

Nesse mês de Outubro contaremos a história da Dona Júlia viúva e mãe de 6 filhos, José Carlos 54 anos,Rosimeire 48 anos, Shirlei 49 anos, Mara 46 anos, Agnaldo 43 anos e Rosana 40 anos e avó de 10 netos Guilherme, Alexandre, Mirielli, Giuliana, Leonardo, Arthur, Felipe, Lucas, Bruno, Heloisa e Lorenzo, e bisavó de 3, Júlia, Rafael e Pietro.

Em agosto de 2016 Dona Julia, com 71 anos, foi diagnosticada com câncer de mama, a primeira reação foi de desespero, mas o apoio da família foi essencial, quem conhece a tradição da família Sales, sabe como são acolhedores imagina sendo a matriarca da casa a precisar de apoio, até mesmo as crianças se mostraram presentes e ajudaram a avó a lutar contra essa doença. O tumor estava com 2,5 centímetros de diâmetro, foram realizadas 10 sessões de quimioterapia e 25 de radioterapia durante 2 anos, muitas coisas passaram pela cabeça da dona Júlia, mas nunca pensou em desistir, sim persistir, lutar e acreditar que tudo daria certo, nesta trajetória ruma a cura encontraram vários anjos, médicos e enfermeiros que á trataram com muito carinho,seus netos foram indispensáveis para sua cura, diz Dona Júlia.

Quando seus cabelos começaram a cair, seus netos para que a vó se sentisse melhor rasparam suas cabeças deixando de lado a vaidade. Hoje ela é grata por Deus ter lhe concedido a cura, pois agora tem mais uma missão como avó, cuidar do seu mais novo neto de apenas 15 dia de vida, Lorenzo, esperado por incansáveis 15 anos.

“Com meu câncer aprendi a ser como as arvores quando chega a primavera, mesmo secas e sem cor, elas renascem e florescem, e ficam cada dia mais vivas! Hoje eu me sinto assim.. mais Viva!”

Júlia Sales

Share:

Leave a reply